CONVERSANDO COM CARUARU

LEIAM OS NOSSOS BLOGS

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Papangus, cores, shows e mais de 100 mil pessoas neste domingo em Bezerros.

Papangus fazem a farra em Bezerros neste domingo (7). Foto: NE10
Cores, alegria, mistério e inovação. Mais de 100 mil pessoas devem acompanhar mais uma vez o tradicional desfile dos Papangus em Bezerros, no Agreste de Pernambuco. O principal personagem do Carnaval do município poderá ser admirado em diversas versões neste domingo (7) em um percurso de várias ruas até o QG do Frevo no centro da cidade.

Anônimos e cheios de tradição, os centenários papangus de Bezerros farão o percurso do desfile animados por sete atrações. Devem participar da festa as seguintes atrações: Luizinho Moreno e Banda, Orquestra Super Oara, Henrique Barbosa, Alceu Valença, Leo Vibe e Banda, Marcão Noventta e Carlinhos Melo. Os shows serão distribuídos em três palcos, além de um polo especial.

A festa contará ainda com um polo especialmente para a concentração do Bloco dos Papangus, na Praça São Sebastião. Por lá, se apresentam as orquestras Som Brasil, Amigos do Frevo e o cantor Carlinhos Nova. Mais de R$ 24 mil serão distribuídos em um concurso para eleger o melhor papangu. Os prêmios estão divididos nas categorias adulto individual, grupo e dupla, além das modalidades mirim e juvenil. O desfile dos concorrentes será a partir das 9h30 com a passagem na passarela onde serão avaliados pela comissão julgadora. O resultado será divulgado na segunda feira (8).

O folião pode até tentar, mas não vai conseguir identificar a real identidade de nenhum papangu. Reza a lenda que a tradição surgiu há mais de 120 anos com as famílias dos senhores de engenhos, que saiam mascarados, mal vestidos e iam visitam os amigos em festas. Durante as celebrações, era serviço angu, tradicional comida nordestina. As crianças passaram a apelidar os mascarados famosos de papa-angu. Não precisa dizer que o nome pegou, né?

Se o folião ficar animado e quiser se transformar no personagem histórico, máscaras são vendidas ao longo do percurso. Elas custam entre R$ 5 e R$ 25. A festa conta ainda com 30 barracas de informações e venda de produtos da festa. Barracas de comida também foram distribuídas ao longo do percurso. A programação do Carnaval segue até a terça-feira (9).

Segunda (8)
 
11h – Banda Swing Radical
13h – Só na Morosidade
15h – Almir Rouche
17h – Geraldinho Lins
19h – Banda Nathyblue
21- Banda Vice-Versa
23h – Luizinho Moreno e Banda.

Terça (9)
 
11h – Banda Mega Play
13h – Sheila Toy
15h – Lenine
17h – Spok Frevo Orquestra
19h – Ruy Araújo
21h – Anderson Alves
23h- Banda Som Brasil.

NE10. - Por Jaqueline Almeida, do NE10 interior - Publicado por Marina Padilha.

'Tragédia da Hemodiálise': familiares dizem que não receberam indenização.

Aproximadamente 60 pessoas morreram há vinte anos em Caruaru, PE.

Advogada disse que famílias deveriam ter recebido 100 salários mínimos.

A situação financeira dos parentes das vítimas da "Tragédia da Hemodiálise", que aconteceu em 1996, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, poderia estar diferente se elas tivessem sido indenizadas. Mas, durante esses vinte anos, o que se vê é que muitas dessas pessoas não receberam nem um centavo. Outros receberam um valor muito pequeno em relação ao que têm direito. A situação foi  relembrada em uma série realizada pelo ABTV 2ª Edição.

Parentes de duas vítimas disseram que não tem esperança de receber o dinheiro das indenizações. "O povo diz que a esperança é a última que morre, mas dentro de mim, infelizmente, ela morreu", afirmou a artesã Cícera Maria dos Santos. "Quando aconteceu isso eu falei: 'eu vou morrer e ninguém vai receber esse dinheiro'. Tanto que eu já estou com 77 anos e recebi só 4.500 reais", disse a dona de casa Zeneide Trajano.

Cícera disse que não tem esperança de receber indenização (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca) 
Cícera disse que não tem esperança de receber
indenização (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca).
 
O marido de Cícera Maria, José Francisco Barbosa, não acompanhou o crescimento das duas filhas e o nascimento do neto. Os planos, os sonhos e a vida em família. Tudo isso foi interrompido de forma prococe, aos 31 anos de idade. Ele era paciente renal, mas tinha esperança de conseguir um transplante. Seria possível, se ele não tivesse sido contaminado durante uma sessão de hemodi[alise e morrido quase um ano depois. Vinte anos se passaram e dona Cícera, a viúva dele, sobreviveu durante muitos anos da aposentadoria e de um benefício concedido pelo governo para as famílias.

O marido de Zeneide, Pedro Vieira Neto, foi outra vítima da tragédia. Ele morreu aos 59 anos. Na época do velório, Zeneide Trajano disse que era díficil "ver uma pessoa se acabando nas máquinas três, quatro horas por dias. O sangue misturado com água, uma água contaminada". Duas décadas depois, a revolta de Zeneide é a mesma. Ela viu o padrão de vida da família despencar. "Nós tínhamos uma indústria de calçados, mas depois que ele morreu, não pude continuar. Ele era o cabeça na industrialização, eu só fazia o setor financeiro. Vendi o maquinário, vendi o prédio e acabou tudo", afirmou.

Lucimary Passos é advogada de 27 famílias e luta na Justiça para receber as indenizações. O pai dela também foi vítima da tragédia. Ela explicou que os donos do IDR também foram condenados a pagar uma indenização em primeira e segunda instâncias. "Os familiares das vítimas fatais iam receber cerca de 100 salários mínimos de indenização e as vítimas sobreviventes, 90 salários mínimos", explicou.
 
Zeneide Trajano viu o patrimônio da família despencar após morte do marido (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca) 
Zeneide  viu o patrimônio da família despencar após morte do marido (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca).
 
O processo foi parar no Supremo Tribunal Federal, a instância máxima da justiça no Brasil. A suprema corte manteve a decisão, mas até hoje, teve família que 1% do valor de direito. "Nosso sistema recursal, ele é travado. O que quero dizer é o seguinte: ele enseja que quando não se quer cumprir com uma determinação ou com uma sentença, você tenha inúmeros instrumentos jurídicos para que você consiga recorrer, retardar os efeitos de uma sentença", disse a advogada Lucimary Passos.

Atualmente o processo está na fase de execução da pena. Ele tramita na segunda vara cível de Caruaru. O juiz titutlar Tadeu Passos informou que já foram pagos mais R$ 1 milhão de reais de indenizações. Mas, de acordo com ele, isso ainda é pouco em relação ao que as famílias precisam receber. O juiz explicou quais as dificuldade para cumprir a pena por completo.

 "Foi o dinheiro que a gente conseguiu bloquear através da Secretaria de Saúde de uma verba do SUS que esse instituto recebia. Isso foi uma descoberta de uma das advogadas do processo que me indicou que havia o repasse dessa verba. Eu determinei o bloqueio, que durou um ano. E a cada mês que era depositado, a gente fazia o rateio das partes", afirmou o juiz. 

Tadeu Passos explicou que "os bloqueios mensais chegavam a 50 ou 60 mil. Era rateado e não deu um valor tão alto. Depois de um certo tempo o instituto pediu o descrendenciamento e, inclusive, deu baixa na Junta Comercial do Estado. Como pessoa jurídica, o instituto não existe mais. Os advogados têm encontrado uma enorme dificuldade em encontrar bens em nome do instituto e até mesmo no nome dos seus sócios. E por isso que a gente não pode prosseguir no processo sem que as partes indiquem o bens a serem penhorados".

Enquanto isso, as famílias ainda aguardam por desfecho. "A lei diz que para pagar, eles têm que ter meios. Então, se não têm meios, não tem como efetivar. E, no final, fica aquela história: ganha, mas não leva", afirmou a advogada Lucimary Passos.

Amanda Dantas Da TV Asa Branca.

Barragem de Jucazinho deve atender Agreste por mais 90 dias, diz Compesa.

Barragem de Jucazinho, em Pernambuco, está com 1,66% da capacidade (Foto: Paula Cavalcante/ G1).

Reservatório que abastece 300 mil pessoas está com 1,66% da capacidade.

Localizada em Surubim, barragem chegou ao volume morto em novembro.

Com 1,66% do volume total, a barragem de Jucazinho só deve atender a população do Agreste de Pernambuco por mais 90 dias, conforme informou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) ao G1, nesta quarta-feira (3). O reservatório localizado no município de Surubim tem capacidade para comportar 327 milhões de metros cúbicos de água. Atualmente este armazenamento é de apenas 5,6 milhões.

No dia 15 de janeiro, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) confirmou que Jucazinho tinha atingido o menor volume desde 1º de junho de 2000, quando registrou 1,8% da capacidade total. De acordo com a Apac, Jucazinho atingiu o volume morto em novembro de 2015, quando chegou a 2,52% do total.

Segundo a Apac, no mês de janeiro choveu uma média de 92 mm em toda a região Agreste. O esperado para este período era 42 mm. Em Surubim, choveu 85 mm quando o esperado era de 33 mm. Apesar disso, o volume do reservatório não aumentou porque "a água da chuva tem quer ser maior do que a quantidade escoada nas bacias dos rios, devido à vazão", conforme a técnica em hidrometeorologia da Apac, Rafaela Ribeiro.

Barragem do Prata (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca) 
Barragem do Prata (Foto: Reprodução/ TV
Asa Branca).
 
Aproximadamente 300 mil pessoas recebem água de Jucazinho, segundo o gerente regional do Alto Capibaribe da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Mário Heitor Filho. Os municípios abastecidos pela barragem são: Cumaru, Passira, Riacho das Almas, Santa Cruz do Capibaribe, Salgadinho, Surubim, Casinhas, Santa Maria do Cambucá, Vertente do Lério, Frei Miguelinho, Vertentes e Toritama.

Barragem do Prata

O reservatório está localizado no município de Bonito, Agreste, e abastece cinco municípios da região: Ibirajuba, Cachoeirinha, Altinho, Agrestina e Caruaru. Aproximadamente 422 mil pessoas dependem da barragem. Segundo a Compesa, a capacidade total do Prata é de 42 milhões de metros cúbicos. No dia 31 de dezembro, o reservatório estava com 66,31% deste volume e no dia 1º de fevereiro, com 62%. Em Bonito, durante o mês de janeiro choveu 92 mm e o esperado era 52 mm, de acordo com a Apac.

Do G1 Caruaru.

Parque Dezoito de Maio é cenário de curta-metragem em Caruaru, Agreste.

Filme conta a história de Rogério (Herton Sanchez), que se apaixona por uma prostituta (Foto: Túlio Duque).

Madalena' é interpretado por atores do Teatro Experimental de Arte (Tea).

Filme traz a história de um autônomo que se apaixona por uma prostituta.

Atores do Teatro Experimental de Arte (Tea) participam da gravação de um curta-metragem no Parque Dezoito de Maio, em Caruaru, Agreste de Pernambuco. O filme "Madalena" conta a história de Rogério (Herton Sanchez), que se apaixona pela prostituta conhecida por "Madá" (Luciana Baptysta).

A produção tem como diretor o cineasta recifense Túlio Beat e a previsão de lançamento é para até junho deste ano. Segundo Túlio, o roteiro foi inspirado na música “Imprevistos”, de autoria de Fátima Leão, interpretada pelo cantor Pablo. As crenças do povo nordestino e o cotidiano das profissionais do sexo na região também serviram de inspiração.

A realidade física e cultural presente nos vários segmentos da atual feira de Caruaru é um dos elementos principais da película. “Filmamos no açougue público, no mercado de carnes e na feira de frutas. Alguns takes na feira de artesanato ainda serão realizados no final do mês. Também filmamos no bairro do Centenário e em alguns cabarés. Foi muito produtivo", aponta o diretor estreante.

O filme foi todo realizado com recursos próprios. “Temos planos para circular em vários festivais tanto em Pernambuco, quanto no Nordeste e no Brasil. O filme tem muito potencial", destaca o cineasta.

Rogério e Madalena (Foto: Túlio Duque) 
Rogério e Madalena são os protagonistas da
história (Foto: Túlio Duque).
 
O trabalhador da feira

O ator Herton Sanchez, formado recentemente em Jornalismo, ressalta as características do personagem que interpreta. “Rogério é muito na dele, respeitador, trabalhador, amigo. Homem de uma só mulher, ele é induzido pelos amigos a ir ao cabaré", diz Herton. "Houve pesquisa pro meu personagem", continua Herton. "Vi filmes de Cláudio Assis e reassisti Cidade de Deus, pra pegar uma interpretação bem naturalista".

A presença de atores e atrizes gravando nas vias da feira pública despertou admiração em muitos feirantes e pessoas que passavam pelo local. “Foi tudo de boa. Houve muitos curiosos na feira, no mercadão, mas não ligo, acho bacana a curiosidade do povo de ver coisa nova acontecendo por lá", destaca Herton.

Do G1 Caruaru.

Em PE, professora troca sala de aula por grupo de samba durante Carnaval.


Cristina (dir.) toca ganzá na bateria das Sambadeiras de Olinda (Foto: Cristina de Lelis/Arquivo Pessoal) 
Cristina (dir.) toca ganzá na bateria das 'Sambadeiras de Olinda' (Foto: Cristina de Lelis/Arquivo Pessoal).
 
O primeiro Carnaval da professora junto ao grupo foi em 2014. Em julho do mesmo ano ela viajou para a Irlanda, onde morou por um ano. Passar o festejo de momo de 2015 longe das "sambadeiras", para ela, foi triste. "Morando na Europa não há como vivenciar um Carnaval tão divertido e colorido igual o nosso [no Brasil], principalmente o de Pernambuco que tem uma infinidade de ritmos e festas", conta.

No grupo Cristina toca ganzá e para ela, a atividade é vista como entretenimento. "É uma forma de lazer que me traz um prazer imenso, porque a música toma conta da gente. Não penso em me profissionalizar, mas farei oficinas para aprender outros instrumentos presentes na bateria", diz a professora.

Cristina começou a tocar no grupo por influência de uma amiga, que já era integrante das sambadeiras e havia chamado a docente para participar também. "Fui assistir um ensaio e fiquei curiosa em aprender a tocar algum instrumento. Como levei jeito, fui ficando no grupo", lembra.

Sobre conciliar as atividades da sala de aula com a bateria do grupo de samba, Cristina revela que não tem dificuldades. Os ensaios das sambadeiras são aos domingos e os desfiles na terça de Carnaval, dias nos quais a professora não trabalha. Mas, quando acontece do grupo ser convidado para tocar no horário de trabalho da docente, ela diz que negocia com as coordenações das escolas onde trabalha.
Cristina leciona língua inglesa há 15 anos (Foto: Paula Cavalcante/G1) 
Cristina leciona língua inglesa há 15 anos (Foto: Paula Cavalcante/G1).
 
As Sambadeiras
 
O grupo foi fundado em 2008 e tem no nome uma alusão às ladeiras de Olinda. As cores lilás e branca estão ligadas à busca pela inspiração e paz. As principais apresentações das Sambadeiras ocorrem durante o Carnaval. Durante os demais dias do ano algumas integrantes se apresentam em festas e festivais regionais.
 
Joalline NascimentoDo G1 Caruaru.
 

Músico toca em 'maratona' de 64 horas durante Carnaval de Bezerros.

Antônio Edivaldo da Silva (primeiro da direita) toca no carnaval de Bezerros há mais de 20 anos (Foto: Antônio Edivaldo da Silva/Arquivo Pessoal).

Antônio Edivaldo da Silva, de 37 anos, toca trompete desde os 12 anos.

Ele comanda 35 instrumentistas na orquestra Cônego Alexandre Cavalcante.

São 64 horas de maratona com um trompete. Aos 37 anos, a trajetória do maestro Antônio Edivaldo da Silva se confunde com a história da orquestra Cônego Alexandre Cavalcante - que completa 98 anos em 2016. Uma das mais antigas orquestras de Bezerros, no Agreste de Pernambuco, é comandada pelo músico, que começou a trilhar este caminho aos 12 anos.

Sobre a escolha do instrumento de sopro, o maestro brinca: "às vezes o instrumento acontece para você". Ao G1, ele contou que aprendeu a tocar com o maestro Guilherme Silva - antigo regente da orquestra - em uma escola de música do município. A história dele com a música teve início nos anos 90 - atualmente são 25 anos de carreira. "Eu vivo da música. Sou um músico eclético. Ensino em escolas e toco em bandas. Sempre aparece um projeto novo", afirmou.

Maestro comanda orquestra Cônego Alexandre Cavalcante em Bezerros (Foto: Antônio Edivaldo da Silva/Arquivo Pessoal) 
Maestro comanda orquestra em Bezerros
(Foto: Antônio Edivaldo da Silva/Arquivo Pessoal).

O gosto pela carreira musical se reflete no carnaval. Ele comanda 35 músicos durante oito dias de carnaval - tocando oito horas por dia - em Bezerros. "A gente já se forma sabendo que vai tocar frevo na rua", explicou. Para ele, o cansaço não é algo que atrapalhe durante as comemorações da festa momesca. Habituado ao desgaste físico durante o Carnaval,  ele conta que repõe as energias dormindo.

Terra dos Papangus
 
Em Bezerros, a tradição na "Terra dos Papangus" conta com desfiles e concursos. A categoria competitiva Adulto - ocorre todos os anos aos domingos na Praça Centenária. Ao final desta etapa, os participantes e a multidão seguem em cortejo no Bloco do Papangu.
Os personagens "Papangus" surgiram no século XIX. Para entrar na Casa Grande e comer dos melhores banquetes, os escravos se vestiam com fantasias que cobriam totalmente o corpo e usavam máscaras, de acordo com a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Do G1 Caruaru.

MPPE recomenda que 24 municípios não realizem Carnaval; 2 mantêm festa.

Carnaval Folia dos Bois de 2016 está mantido, em Arcoverde (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Arcoverde).

Ministério pede que as prefeituras não utilizem recursos públicos em festas.

Prefeituras de Arcoverde e Pesqueira informam que festas estão mantidas.

O Ministério Público de Pernambuco recomendou a prefeitos de 24 municípios que não realizem gastos com o Carnaval utilizando recursos públicos municipais. A recomendação é voltada especialmente para despesas com festas e shows, motivada por problemas com pagamento de servidores. Dois deles, Arcoverde e Pesqueira, confirmaram a manutenção das festas de momo.

Segundo o MPPE, a medida é válida também para prefeituras que devem a apenas uma parte dos servidores - ainda que eles sejam de cargos comissionados e contratos temporários.

Receberam recomendação os prefeitos dos seguintes municípios: Lagoa dos Gatos; Tracunhaém; Tabira; Ibimirim; Goiana; Brejo da Madre de Deus; Jataúba; Aliança; São José do Belmonte; Glória do Goitá; Itamaracá; Mirandiba; Itaíba; Pesqueira; Ribeirão; Santa Cruz do Capibaribe; Palmares; Paudalho; Alagoinha; Arcoverde; Inajá; Quipapá; Escada; Poção e Ribeirão.

O G1 solicitou um posicionamento a 23 das 24 prefeituras. Apenas o poder executivo de  Aliança não atendeu às ligações e a redação não conseguir entrar em contato por e-mail, site ou perfil oficial nas redes sociais.
Faringes da Paixão é a anfitriã do bloco Paumito (Foto: Divulgação) 
Programação do Carnaval de Pesqueira tem
Faringes da Paixão (Foto: Divulgação).
 
A Prefeitura de Pesqueira afirmou que está com "os salários em dia". O Carnaval do município está confirmado. "Pesqueira tem um dos maiores e melhores carnavais de Pernambuco e, por isso, não poderia deixar de realizá-lo. O prefeito diz que desde o início do mandato nunca deixou de pagar os salários dentro do prazo previsto em lei".

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Arcoverde, o orgão "está com a folha de pagamento em dia. Tudo pago: funcionalismo e comissionados, desde o dia primeiro de fevereiro, ou seja, Arcoverde cumpre as recomendações do Ministério Público". O Carnaval do município ocorre entre os dias 6 e 9.

Por meio de nota, a Prefeitura de Jataúba informou que "não vai realizar gastos com o Carnaval 2016 mesmo o município tendo sua folha salarial em dia. O município realiza o pagamento dos seus servidores até o dia 10 de cada mês. Já em relação às festivades carnavalescas, serão realizadas com parcerias privadas não acarretando despesa para o município".

A Prefeitura de Ribeirão informou que a recomendação foi seguida. "Haverá as festas, blocos carnavalescos locais, com patrocínios de empresas, comércios, políticos. Os salários de servidores efetivos e inativos encontram se em dia, tendo já começado a ser pago o mês de janeiro. Os salários de cargos comissionados e contratados estão sendo regularizados após efetivação dos efetivos e inativos".

A Prefeitura de Poção informou que já havia cancelado as festividades por causa dos casos de dengue, chikungunya e zika vírus; da crise financeira e da estiagem. "Considerando a prioridade de reversão dos escassos recursos financeiros para as áreas básicas de serviços públicos, quais sejam saúde e educação", apontou o prefeito em um decreto. A instituição também informou que os salários estão em dia.

A prefeitura de Quipapá destacou que "tem seguido essa ordem do Ministério Público e portanto não irá ter programação festiva de Carnaval. De acordo com o prefeito do município, Cristiano Martins, a atual gestão está com as contas em dia".

A prefeitura de Mirandiba informou que recebeu a recomendação do MPPE. "Acatamos a decisão, porém, não estamos com nenhuma folha de pagamento atrasada. Temos o compromisso primeiro com nossos servidores. Nossa festa tradicional é o São João, o qual também só iremos realizar se conseguirmos apoio financeiro de terceiros, a fim de não prejudicarmos as finanças de nossa administração".

A prefeitura de Alagoinha respondeu que não está com a folha de pagamento em atraso, "apesar de grande sacrifício que temos feito para cumprir com essa obrigação". Entretanto, o município não realizará festa de Carnaval, "pois há expectativa de agravamento da crise que se instalou em nosso país".

Do G1 Caruaru.

Confira o que abre e o que fecha no feriado do Carnaval 2016 em Caruaru.

Lojas do Centro de Caruaru podem abrir, segundo Sindloja  (Foto: Renata Torres/ TV Asa Branca).

Bancos não funcionam, contas devem ser pagas nas agências autorizadas.

Comércio e centros de compras da cidade funcionam em horários especiais.


Devido às festividades do Carnaval, vários estabelecimentos estarão fechados e outros funcionarão em horários especiais em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Confira o que abre e o que fecha na cidade:

Bancos
 
Os bancos fecham na segunda-feira (8) e na terça-feira (9), e só reabrem na quarta-feira (10), das 12h às 14h (horário local).

Centro de compras
 
O Caruaru Shopping funciona nos seguintes horários: no sábado (6), as lojas âncoras e satélites funcionarão a partir das 10h e seguem abertas até às 20h. O supermercado do shopping abre no mesmo horário e fecha uma hora mais tarde, às 21h. A praça de alimentação funcionará das 11h às 20h. De domingo (7) a quarta (10) as lojas abrem a partir das 12h. Já o cinema funciona conforme os horários de exibições dos filmes.

No Shopping Difusora as lojas abrem de sábado (6) a segunda (8), das 11h às 20h. Praça de alimentação e áreas de lazer funcionam das 11h às 21h. Na terça-feira (9) serão abertas apenas as praças de alimentação e lazer.

No Polo Caruaru, no sábado de Zé Pereira o horário de funcionamento se mantém o mesmo - abrindo das 9h às 18h. De domingo até a quarta-feira de cinzas o centro de compras estará fechado. Já o Bairro Shopping Leste estará fechado durante o período de Carnaval.

Comércio

As lojas do Centro podem funcionar normalmente. De acordo com o Sindicado dos Lojistas (Sindloja) de Caruaru, a abertura fica a critério do lojista.

Parques

Os parques públicos municipais não sofrem alterações de horários de funcionamento.

Serviços

Expresso Cidadão abre das 7h às 12h na sexta (5), durante o evento carnavalesco a unidade que fica no bairro Petrópolis muda de endereço, o novo local de atendimento será no Caruaru Shopping.

Do G1 Caruaru.

Prefeito de Caruaru sanciona aumento de tarifa de ônibus e bandeira de táxi.

Reunião do Comut votou o novo preço da passagem de ônibus (Foto: Joalline Nascimento/ G1).

Aumento da passagem de ônibus para R$ 2,60 foi aprovado pelo Comut.

Bandeirada do táxi será R$ 5,25, bandeira 1, R$ 3,87, e bandeira 2, R$ 5,81.

O Prefeito de Caruaru, José Queiroz, sancionou nesta sexta-feira (5) o aumento das passagens de ônibus e táxis no município. Os novos preços começam a valer no sábado (6). A alta de 30 centavos na passagem de ônibus - para R$ 2,60 - foi aprovada na quarta reunião de votação do Conselho Municipal de Transportes (Comut). Já a bandeirada do táxi será R$ 5,25, a bandeira 1 custará R$ 3,87, e bandeira 2 passa para R$ 5,81. A hora parada irá a R$ 23,07 e o valor para o volume transportado ficará em R$ 1,44.

De acordo com nota da Secretaria de Comunicação, os valores foram "definidos com base em planilhas técnicas, no IPCA [Índice de Preços ao Consumidor Amplo] e no impacto financeiro para a população usuária do sistema de transporte público".

Ainda segundo a prefeitura, está mantida a tarifa promocional aos domingos, que custará a metade do novo valor recém aprovado, ou seja, R$ 1,30. O benefício, estendido a todos os usuários da zona urbana, incluirá os feriados nacionais 1º de janeiro, 1º de maio, 7 de setembro e 15 de novembro.

Entenda o caso
 
O preço da passagem de ônibus em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi votado na terça-feira (2). Por nove votos a dois, foi aprovado o valor de R$ 2,60. A reunião foi realizada na Casa de Participação Social, no Bairro Maurício de Nassau. Os integrantes do Conselho Municipal de Transportes (Comut) optaram entre o não aumento e o reajuste segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Alex Monteiro, diretor da Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transporte (Destra), reafirmou o que havia dito nas duas últimas reuniões - que o preço não poderia ultrapassar os R$ 2,60. "Sabemos da necessidade do aumento, mas esse valor é o que o governo pode oferecer", disse.

Após a votação, estudantes e representantes de movimentos sociais seguiram em caminhada até o Marco Zero, no Centro. O presidente da União do Estudantes Secundaristas de Caruaru (Uesc), Felipe Barros, afirmou que a entidade estudantil vai requerer da decisão com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Barros quer a intervenção do órgão sobre o novo preço da tarifa de ônibus. Para a diretora da Associação das Empresas de Transportes de Passageiros (AETPC), Adriana Leal, o reajuste "alivia um pouco os custos do sistema. O ideal era o aumento para R$ 3,10, mas foi muito bom que entramos em um acordo".

A votação para a definição do novo preço da passagem de ônibus se arrastava desde o dia 20 de janeiro. Na primeira reunião, foi rejeitado o aumento. Foram seis votos contra o aumento, quatro a favor e uma abstenção. Inicialmente a proposta da AETPC era de que a passagem de R$ 2,30 subisse para R$ 3,10. A Destra apresentou um estudo para que a passagem custasse R$ 2,80. A Uesc sugeriu que não houvesse aumento. A partir disso, foi votado que não haveria aumento.

Na reunião do dia 26 de janeiro, o diretor da Destra, Alex Monteiro, garantiu que independetemente do valor votado, a tarifa não passaria de R$ 2,60. A Uesc pediu vistas do processo após a nova proposta da Destra e a votação foi adiada. A terceira reunião, realizada no dia 29, foi adiada por falta de quórum.

Do G1 Caruaru.

Novos preços de ônibus e táxi entram em vigor neste sábado (6), em Caruaru.

Reunião do Comut votou o novo preço da passagem de ônibus (Foto: Joalline Nascimento/ G1).

Aumento da passagem de ônibus para R$ 2,60 foi aprovado pelo Comut.

Bandeirada do táxi será R$ 5,25, bandeira 1, R$ 3,87, e bandeira 2, R$ 5,81.

Os novos valores da passagem de ônibus e da bandeira do táxi entram em vigor neste sábado (6) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O Prefeito do município, José Queiroz, sancionou o aumento na sexta-feira (5). A alta de 30 centavos na tarifa do ônibus - para R$ 2,60 - foi aprovada na quarta reunião de votação do Conselho Municipal de Transportes (Comut). Já a bandeirada do táxi será R$ 5,25, a bandeira 1 custará R$ 3,87, e bandeira 2 passa para R$ 5,81. A hora parada irá a R$ 23,07 e o valor para o volume transportado ficará em R$ 1,44.

De acordo com nota da Secretaria de Comunicação, os valores foram "definidos com base em planilhas técnicas, no IPCA [Índice de Preços ao Consumidor Amplo] e no impacto financeiro para a população usuária do sistema de transporte público".

Ainda segundo a prefeitura, está mantida a tarifa promocional aos domingos, que custará a metade do novo valor recém aprovado, ou seja, R$ 1,30. O benefício, estendido a todos os usuários da zona urbana, incluirá os feriados nacionais 1º de janeiro, 1º de maio, 7 de setembro e 15 de novembro.

Entenda o caso
 
O preço da passagem de ônibus em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi votado na terça-feira (2). Por nove votos a dois, foi aprovado o valor de R$ 2,60. A reunião foi realizada na Casa de Participação Social, no Bairro Maurício de Nassau. Os integrantes do Conselho Municipal de Transportes (Comut) optaram entre o não aumento e o reajuste segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Alex Monteiro, diretor da Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transporte (Destra), reafirmou o que havia dito nas duas últimas reuniões - que o preço não poderia ultrapassar os R$ 2,60. "Sabemos da necessidade do aumento, mas esse valor é o que o governo pode oferecer", disse.

Após a votação, estudantes e representantes de movimentos sociais seguiram em caminhada até o Marco Zero, no Centro. O presidente da União do Estudantes Secundaristas de Caruaru (Uesc), Felipe Barros, afirmou que a entidade estudantil vai requerer da decisão com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Barros quer a intervenção do órgão sobre o novo preço da tarifa de ônibus. Para a diretora da Associação das Empresas de Transportes de Passageiros (AETPC), Adriana Leal, o reajuste "alivia um pouco os custos do sistema. O ideal era o aumento para R$ 3,10, mas foi muito bom que entramos em um acordo".

A votação para a definição do novo preço da passagem de ônibus se arrastava desde o dia 20 de janeiro. Na primeira reunião, foi rejeitado o aumento. Foram seis votos contra o aumento, quatro a favor e uma abstenção. Inicialmente a proposta da AETPC era de que a passagem de R$ 2,30 subisse para R$ 3,10. A Destra apresentou um estudo para que a passagem custasse R$ 2,80. A Uesc sugeriu que não houvesse aumento. A partir disso, foi votado que não haveria aumento.

Na reunião do dia 26 de janeiro, o diretor da Destra, Alex Monteiro, garantiu que independetemente do valor votado, a tarifa não passaria de R$ 2,60. A Uesc pediu vistas do processo após a nova proposta da Destra e a votação foi adiada. A terceira reunião, realizada no dia 29, foi adiada por falta de quórum.

Do G1 Caruaru.

sábado, 16 de janeiro de 2016

Carnaval de Bezerros terá 800 PMs e 80 bombeiros nas ruas, diz prefeitura

Prefeitura monta esquema de segurança para Carnaval de Bezerros em 2016 (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bezerros).

Carnaval 2016 terá ao todo 925 policiais, bombeiros e agentes de segurança.

Esquema de segurança foi definido após reunião e será o mesmo de 2015.

A Segurança do Carnaval 2016 de Bezerros será feita por 925 policiais, bombeiros e agentes de trânsito. Após reunião realizada com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Detran, Polícia Civil, Guarda Municipal, Departamento de Trânsito de Bezerros (DEBATRANS) e secretaria de Turismo, a Prefeitura de Bezerros divulgou na quinta-feira (14) o esquema de segurança do Carnaval 2016.

Segundo o prefeito, Branquinho, a estratégia de segurança seguirá o modelo dos últimos três anos, contando com 80 militares do Corpo de Bombeiros e os devidos equipamentos preventivos e de resgate, 20 agentes do Detran, fiscalizando o trânsito, 800 policiais militares de plantão no período da festa e 25 agentes do Departamento de Trânsito de Bezerros (DEBETRANS) e guardas municipais, auxiliando no plano de segurança.

De acordo com a assessoria de comunicação de Bezerros, na reunião também foi acordado que os shows serão encerrados à 1h (horário local). Com relação ao cadastro de flanelinhas, os interessados devem emitir o documento negativo para antecedentes criminais e apresentar na secretaria de Turismo onde receberão crachá e camisa.

Do G1 Caruaru.

Barragem de Jucazinho atinge menor volume dos últimos 16 anos, diz Apac.

Barragem de Jucazinho em setembro de 2015 (Foto: Paula Cavalcante/ G1).

Reservatório está com 1,8% da capacidade total desde 1º de janeiro de 2016.

Localizada em Surubim, barragem chegou ao volume morto em novembro.

A barragem de Jucazinho, localizada no município de Surubim, Agreste de Pernambuco, atingiu o menor nível de capacidade total desde 1º de junho de 2000, quando começou a ser monitorada pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). Nesta sexta-feira (15), a Apac confirmou que o reservatório está com 1,8% do volume desde 1º de janeiro de 2016.

De acordo com a Apac, Jucazinho atingiu o volume morto em novembro de 2015, quando chegou a 2,52% do total. A barragem tem capacidade para comportar 327.036.000 m³ de água. As chuvas registradas no Agreste de Pernambuco na quinta-feira (14) não foram suficientes para aumentar o volume de água do reservatório, conforme informou a agência.

Aproximadamente 300 mil pessoas estão sendo recebendo água de Jucazinho, segundo o gerente regional do Alto Capibaribe da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Mario Heitor Filho. Os municípios abastecidos pela barragem são: Cumaru, Passira, Riacho das Almas, Santa Cruz do Capibaribe, Salgadinho, Surubim, Casinhas, Santa Maria do Cambucá, Vertente do Lério, Frei Miguelinho, Vertentes e Toritama.

Chuvas na região
 
Choveu 48 mm em Garanhuns na quinta-feira (14). De acordo com a Apac, este índice foi mais do que o esperado para o mês. "Para janeiro esperávamos que chovesse 45 mm. Até esta sexta-feira (15) já choveu uma média de 60,5 mm no município", informou ao G1 Maria Aparecida Fernandes, meteorologista da Apac.
Em Caruaru, também no Agreste, choveu uma média de 9,2 mm na quinta-feira (14) - o índice representa a maior chuva do ano na área do município, segundo a Apac. Outros municípios da região também registraram fortes chuvas, sendo Jupi o município onde mais choveu, com 55 mm. Brejo da Madre de Deus, teve 40,0mm. Poção ficou com 35,0 mm. Venturosa, 34,0 mm.

Entenda o caso
 
Em outubro de 2015 a gerente regional da Compesa, Nyadja Menezes, afirmou que Jucazinho havia atingido o "menor percentual de toda a vida útil da barragem". No mesmo mês a gestora explicou que por Jucazinho ter atingido o volume morto, seria feita uma obra emergencial para que a água possa ser utilizada.

Na quarta-feira (13) a assessoria de imprensa da Compesa informou que a barragem vai parar até o sábado (16). De acordo com a assessoria, uma balsa flutuante será instalada para captar água pelos próximos dois meses para evitar o colapso do reservatório.

Do G1 Caruaru.

Chuva forte em Caruaru é fenômeno 'isolado', diz meteorologista da Apac.


Chuva, raios e trovões foram registrados na tarde desta quinta-feira (14).

Período chuvoso ocorrerá entre meses de março e julho, segundo previsão.

 Fortes chuvas, raios e trovões foram registrados na tarde desta quinta-feira (14) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o meteorologista Fabiano Prestrelo, da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), os casos ocorreram de forma isolada. "Os fenômenos foram registrados com intensidade apenas em Caruaru, por isso dizemos que foi isolado. A previsão é de que as chuvas sigam até a manhã da sexta-feira (15)", informou.

Os fenômenos tiveram início por volta das 17h (horário local) e o meteorologista afirma que haverá chuvas mais intensas no município entre os meses de março e julho. "Esse é o período chuvoso de Caruaru. As chuvas de janeiro ocorrem devido a um vórtice ciclônico em altos níveis, que tem o núcleo no oceano e a borda em cima do continente americano", explicou Fabiano Prestrelo.

Chuvas de janeiro
 
Segundo a Apac, a previsão é de que as chuvas cheguem a 25,1 mm no mês. Até esta quinta choveu 12,1 mm no município, o que representa uma situação normal para a Apac.

Do G1 Caruaru.

Suspeitos roubam R$ 25 mil e fogem a pé em Palmares, na Mata Sul de PE.

Crime foi registrado dentro de uma escola em construção na sexta-feira.
Dinheiro seria destinado ao pagamento dos funcionários, segundo a PM.

Três suspeitos roubaram R$ 25 mil de uma construtora na sexta-feira (15) em Palmares, na Mata Sul de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, o dinheiro seria para pagar os salários de funcionários. Ao G1, a PM informou que o trio fugiu a pé após o assalto.

O crime foi registrado na hora do pagamento enquanto os trabalhadores ainda estavam na obra - um dos assaltantes entrou armado na escola em construção enquanto os outros dois aguardavam do lado de fora, conforme a polícia. Até a publicação desta matéria, nenhum suspeito havia sido preso.

Do G1 Caruaru.

sábado, 12 de dezembro de 2015

Atacante Araújo assina com o Central para disputa do Pernambucano 2016


Araújo conversou com a diretoria do Central e ajustou os 
últimos detalhes (Foto: Adrinaldo Barbosa).

Jogador de 38 anos com passagens por Cruzeiro, Fluminense, Goiás, Náutico, Atlético-MG e Seleção Brasileira foi apresentado na quarta-feira, no Lacerdão.

O Central anunciou um reforço de peso para a disputa do Campeonato Pernambucano 2016. O atacante Araújo foi anunciado pela Patativa e foi apresentado e integrado ao elenco na quarta-feira. O jogador de 38 anos estava sem clube.

No mês de outubro, o atleta formado no Porto-PE e com passagem pela Seleção Brasileira, além de clubes como Cruzeiro, Fluminense, Goiás, Náutico e Atlético-MG se filiou ao Partido Solidariedade (SD) e confirmou a possibilidade de concorrer a um cargo político em Caruaru. Mas, agora o foco do artilheiro é o Campeonato Pernambucano.

- Vamos começar os treinamentos para adquirir forma física para ajudar o Central da melhor maneira possível. É um prazer muito grande ajudar um clube de tradição, de história, a se erguer de novo. Trazer a confiança novamente para os torcedores. É um clube que merece jogar coisas maiores. Estamos com esse pensamento.
araujo fluminense (Foto: Dhavid Normando/Photocamera)
Jogador foi apresentado à Patativa na quarta-feira 
(Foto: Dhavid Normando/Photocamera.


O Central estreia no Campeonato Pernambucano 2016 contra o Porto-PE. O Clássico Matuto será realizado no dia 10 de janeiro, às 16h, no Estádio Antônio Inácio de Souza.

Por Caruaru, PE.


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Inflação de 10,48% em 12 meses é a maior desde 2003.

É a maior taxa para o mês desde 2002, quando foi de 3,02% Foto: Fotos Públicas
 
O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial no país, acelerou de 0,82% para 1,01% na passagem de outubro para novembro. É a maior taxa para o mês desde 2002, quando foi de 3,02%. No resultado acumulado em 12 meses, o índice chegou a 10,48%, o maior desde novembro de 2003, quando foi 11,02%. No ano, a taxa é de 9,62%, mais alta desde 2002. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo IBGE.

O resultado veio acima do esperado pelo mercado. Analistas consultados pela Bloomberg News esperavam, em média, uma inflação de 0,95%, com estimativas entre 0,86% e 1,04%. Já a expectativa média para o resultado acumulado em 12 meses era de 10,42%, com taxas entre 10,32% e 10,50%.
Quase metade da alta da inflação (0,46 ponto percentual dos 1,01%) veio do grupo de alimentos, que subiu 1,83% em novembro. A segunda maior influência veio de transportes, com alta de 1,08% e impacto de 0,20 ponto percentual. Individualmente, o item que mais subiu em novembro foi combustível, com aumento de 4,16% e impacto de 0,21 ponto percentual.

Entre os combustíveis, o preço da gasolina avançou 3,21% (impacto de 0,13 ponto percentual. Quando se considera os meses de outubro e novembro, o preço ficou 8,42% mais caro, diante do reajuste de 6% nas refinarias em 30 de setembro. Já o preço do etanol variou 9,31% em novembro, com impacto de 0,08 ponto percentual.

No grupo de transportes, a influência veio dos combustíveis, mas também das tarifas de ônibus urbanos, que subiram 1,11%. A alta reflete reajustes em Fortaleza, Belo Horizonte e Campo Grande.

Nos alimentos — que têm peso de 25% no IPCA —, o preço daqueles para consumo em casa subiu 2,46%, enquanto a alimentação fora do domicílio subiu 0,70%. Entre os itens, a maior alta em novembro foi da batata-inglesa, de 27,46%, seguida pelo tomate (24,65%) e açúcar cristal (15,11%).

ALIMENTOS, ENERGIA E COMBUSTÍVEIS - Metade da alta da inflação em 12 meses (51,34%) veio apenas de alimentos, energia elétrica e combustíveis. Da taxa de 10,48%, pouco menos de um terço (27,39%) veio de alimentos, 14,41% de energia elétrica e 9,54% de combustíveis.

Nos 12 meses encerrados em novembro, os preços de alimentos subiram 11,56%, enquanto a energia elétrica teve alta de 51,27%. A energia teve individualmente a maior influência na alta do IPCA no período, com impacto de 1,51 ponto percentual dos 10,48%.

No mês de novembro, o preço da energia elétrica subiu 0,98%, puxada pelo aumento de 7,47% no Rio de Janeiro por causa do reajuste de 16% a partir de 7 de novembro, pela alta de 2,39% em Porto Alegre, também com reajuste de 5,82% a partir de 25 de outubro e pela variação de 0,17% em São Paulo, com reajuste de 15,50% a partir de 23 de outubro na tarifa de uma das concessionárias. Com aumento de energia, o grupo Habitação registrou alta de 0,76% em novembro.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) — que considera a inflação para as famílias com renda domiciliar de até cinco salários mínimos — acelerou frente a outubro e subiu 1,11% em novembro. Com isso, o resultado acumulado no ano chegou a 10,28%, enquanto a taxa em 12 meses foi de 10,97%. Em outubro, o resultado acumulado em 12 meses tinha sido menor, de 10,33%. Nesse indicador, os preços de alimentos subiram 1,98% em novembro, ante 0,80% em outubro.

No mês de outubro, a inflação acumulada em 12 meses tinha escapado por pouco dos dois dígitos, ao ficar em 9,93%. A última pesquisa Focus, realizada semanalmente pelo Banco Central, elevou pela 12ª semana seguida a previsão para o IPCA de 2015. O boletim divulgado na segunda-feira indica que a taxa fechará o ano em 10,44%. Em 2016, de acordo com a mediana das previsões, a inflação também ficará em 6,7%, acima do teto da meta do governo. A meta oficial de inflação é de 4,5%, podendo variar dois pontos para cima ou para baixo. Em caso de descumprimento da meta, o BC é obrigado a fazer explicações públicas.

Considerado a prévia da inflação oficial, o IPCA-15 ficou em 0,85% em novembro — maior taxa para o mês desde 2010 (0,86%). O resultado mostrou uma aceleração frente a outubro, quando ficou em 0,66%. No ano, a taxa acumulou 9,42% — índice mais elevado para o período desde 1996 (9,70%). De janeiro a novembro de 2014, o índice ficara em 5,63%. Em 12 meses, a alta de preços passou dos dois dígitos e chegou a 10,28%, também o maior resultado desde novembro de 2003 (12,69%).
 
Da Agência Globo.