CONVERSANDO COM CARUARU

LEIAM OS NOSSOS BLOGS

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Central anuncia mais dois reforços para o Campeonato Pernambucano.


Trata-se do zagueiro Sanny Rodrigues, que está de volta à Patativa e o atacante Daniel Pessoa, formado nas categorias de base do Vasco e vindo do Marília-SP

Um dia depois da apresentação do elenco que irá disputar o Campeonato Pernambucano, o Central anunciou mais dois nomes para reforçar a equipe no Estadual. 

Trata-se do zagueiro Sanny Rodrigues, de 20 anos, que está de volta à Patativa após disputar a última Série D pelo clube, e o atacante Daniel Pessoa, de 21 anos, formado nas categorias de base do Vasco, com passagem recente no Marília-SP. 

Ambos devem se apresentar ao técnico Laelson Lima nos próximos dias, e se integrar ao grupo que já iniciou os treinamentos nesta semana, visando o certame. Além deles, a Patativa também aguarda outros jogadores como o goleiro Murilo e os meias David Manteiga e Liniker.

Por Caruaru, PE.

Gramado do Salgueirão gera impasse entre prefeitura e diretoria do Salgueiro.

A prefeitura realizou o corte da grama e disse que o estádio está OK. 

De acordo com o presidente do Salgueiro, o gramado do Cornélio de Barros precisa de outros reparos.
 
A apresentação do elenco do Salgueiro  está marcada para o dia 12. No dia 4 de janeiro, o Carcará estreia no Campeonato Pernambucano dentro de casa, contra o Serra Talhada.  Apesar do calendário estabelecido, a situação do gramado do Estádio Municipal Cornélio de Barros continua sendo motivo de divergência entre a prefeitura, responsável pela praça esportiva, e a diretoria do Tricolor salgueirense, que treina e manda seus jogos no local. Enquanto o município diz que, após o corte da grama, o campo está em boas condições, o presidente do clube, José Guilherme da Luz, rebate, afirmando a necessidade de outras medidas. 

Situação atual do gramado do estádio Cornélio de Barros (Foto: GloboEsporte.com)
 
– Resolvemos no sábado. A máquina chegou e no sábado a noite nós aparamos a grama direitinho. Foi resolvida. O gramado está OK. Inclusive, ontem (segunda-feira) estive com o presidente do time para agendar direitinho o cronograma, porque eu ainda estou com os adolescentes treinando. Ontem teve jogo, eles ganharam e vão disputar a semifinal do torneio (Jogos Escolares de Pernambucano) e a final é no dia18, na Arena de Pernambuco – afirmou o secretário de cultura e esportes, Marcos Kleuber.

Para o presidente do Salgueiro, o corte da grama é apenas uma das medidas que o Cornélio de Barros necessita. 

– Mandou cortar a grama, mas se você entrar em um blog de Salgueiro, vai ver como está a grama. A grama tem que ser tratada, adubada. Já passei isso para ele (secretário), estamos aguardando. Ele disse que não tem problema, que o Salgueiro vai treinar, que vai liberar tudo como era antigamente, mas a questão do gramado, para uma competição profissional…- argumenta José Guilherme. 

Outro impasse relacionado ao Cornélio de Barros está na utilização do estádio pela equipe que representa a cidade nos Jogos Escolares de Pernambuco. Segundo o secretário Marcos Kleuber, a diretoria do Salgueiro tentou barrar as atividades no Salgueirão. 

– O grande constrangimento que houve, é que, na verdade, a diretoria do Carcará queria que nós proibíssemos esses adolescentes de treinar no estádio. E nós, do município, da prefeitura, não víamos que isso era correto. São jovens, é o sonho deles participar do torneio. Ano passado eles foram campeões pernambucano, só não foram para os Jogos Escolares Brasileiro porque a data que a gente tinha programado tudo para eles foi uma e, de repente, o MEC mudou a data e, na mudança, os meninos não puderam ir porque estavam em semana de prova, Enem, essas coisas todas. Ficamos fora por causa desse imprevisto. Mas, esse ano, se eles forem campeões, no ano que vem, eles estão habilitados para ir para o nacional. A gente não tinha como proibir esses jovens, dizendo que eles não treinariam mais no estádio. E eles iam treinar onde? Infelizmente, houve esse impasse, o que o Carcará queria, era que a gente proibisse, mas não tinha como. O gramado está apto. Hoje (terça-feira) já estou passando o cronograma de horário. Provavelmente, o Carcará, no início, vai ficar treinando às 16 h, e pela manhã, os alunos da escola, porque eles estudam a tarde – diz o secretário.

De acordo com José Guilherme, o Salgueiro não pediu o fim das atividades da equipe escolar no estádio. 

 – Não foi assim, eu tenho ofício e tudo. Se você for no gramado e olhar, para o gramado ficar em condições de disputar um campeonato profissional, ele tem que ser adubado, replantado as áreas. E, para se fazer esse trabalho, tem que se parar uns dias. Me coloquei a disposição para fazer isso daí. A questão só é essa. Se você olhar o gramado do jeito que está, e tiver condições de disputar um campeonato, está tudo beleza. Agora, se tiver que replantar as áreas, tiver que adubar, tem que parar uns dias. Foi isso que solicitei. Não pedi para tirarem ninguém de lá não. Se tivessem feito o tratamento antes, não estava acontecendo nada disso. 

O GloboEsporte.com teve acesso a algumas fotos do estádio Cornélio de Barros. As fotografias foram tiradas na manhã desta terça-feira. O autor das imagens preferiu não se identificar. Confira.  

Gramado, Cornélio de Barros (Foto: GloboEsporte.com) 
Gramado do estádio Cornélio de Barros, na terça-feira, 6 de dezembro (Foto: GloboEsporte.com)

Gramado, Cornélio de Barros (Foto: GloboEsporte.com) 
Gramado do Cornélio de Barros, na terça-feira, 6 de dezembro (Foto: GloboEsporte.com)
Gramado, Cornélio de Barros (Foto: GloboEsporte.com) 
Gramado do Cornélio de Barros, na terça-feira, 6 de dezembro (Foto: GloboEsporte.com)
Gramado, Cornélio de Barros (Foto: GloboEsporte.com) 
Gramado do estádio Cornélio de Barros, na terça-feira, 6 de dezembro (Foto: GloboEsporte.com).
 
Por - Salgueiro, PE.

Sete internos foram mortos a mando de 3 líderes na Funase de Caruaru, PE.




Trio queria que adolescentes matassem desafetos, diz Francisco Souto Maior.

Seis deles foram queimados; um foi mutilado em 31 de outubro, segundo PM.
Três jovens de 18 anos foram apontados como os mandantes da morte de sete de internos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Caruaru, Agreste de Pernambuco. Em coletiva realizada nesta terça-feira (6), o delegado Francisco Souto Maior disse que eles ordenaram os crimes para matar desafetos. As mortes aconteceram em 30 de outubro.

Em entrevista à TV Asa Branca, Souto Maior afirmou que "eles [os três supostos líderes] tinham uma posição de comando dentro da Funase, e com objetivo de assassinar seus desafetos, determinaram que outros adolescentes da instituição praticassem esses crimes". A suspeita da polícia é que doze adolescentes participaram das mortes.

Ainda segundo o delagado, foi pedido à Justiça que o trio - que supostamente liderou a rebelião - seja colocado em uma instituição para cumprimento de pena de pessoas acima de 18 anos. "Pedimos a prisão preventiva e aguardamos agora a deliberação do poder judiciário. Sobre os menores, nós concluímos a investigação e encaminhamos ao Ministério Público para que possa tomar as providências necessárias.", explicou Souto Maior.

Entenda o caso
 
Sete internos foram mortos durante uma rebelião nod ia 30 de outubro na Funase de Caruaru. De acordo com a Polícia Militar, dos sete, seis morreram queimados e um foi mutilado. Três vítimas tinham 14 anos, duas tinham 15, uma 17 e outra 18.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou o o advogado Roberto Franca como o novo presidente da Funase no dia 31 de outubro. A mudança ocorreu logo após a rebelião que deixou sete mortos na unidade de Caruaru da fundação.

Do G1 Caruaru.

Policiais precisam empurrar viatura para ela funcionar no Agreste de PE.

Situação aconteceu na frente da Delegacia de Polícia Civil de Garanhuns. 

Trinta e seis viaturas da Polícia Civil foram trocadas, segundo Defesa Social.

Policiais civis precisam se unir para empurrar uma das viaturas para que ela funcione. As imagens foram flagradas pela TV Asa Branca no final da semana passada na frente da Delegacia Seccional de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Outras viaturas foram encontradas com o farol quebrado, o para-brisa trincado, com problemas para abrir as portas por dentro e por fora, além de dificuldades para abrir o porta-malas.

A Secretaria de Defesa Social informou que já foram substituídas 211 viaturas nas Diretorias Integradas do Interior. Em nota, a SDS disse que "especificamente para Policia Civil, 36 novos veículos já estão no Galpão da Comissão de Reaparelhamento em Recife, concluindo a montagem de equipamentos e checagem final, para em seguida serem entregues às unidades policiais".
Carros da polícia estão com problemas em Garanhuns (Foto: Reprodução/TV Asa Branca) 
Carros da polícia estão com problemas em
Garanhuns (Foto: Reprodução/TV Asa Branca).
 
Um policial, que optou por não se identificar, disse à TV Asa Branca que problemas no carro da polícia impossibilitaram uma perseguição após um assalto. "Saímos em perseguição, ficou impossível. O carro não desenvolvia velocidade compatível para acompanhar esse veículo [dos criminosos]. Não foi possível pegar [os suspeitos] por conta da viatura, se fosse uma viatura em condição, um carro mais veloz. Que tenha potência de motor e pneus apropriados. Teríamos tido êxito na missão", afirmou o policial.

De acordo com o este representante do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, o Sinpol, as viaturas deveriam ser trocadas a cada dois anos, mas muitas delas permanecem por muito mais tempo. "Viatura é uma das ferramentas essenciais no trabalho da polícia. Se tiver uma ocorrência e precisar o carro em velocidade você não tem segurança", explicou Artur Pedro.

Prisões
 
Em nota, a SDS informou que de janeiro a outubro deste ano o trabalho integrado das Polícias Civil e Militar em Garanhuns e na região possibilitou a apreensão de 136 armas e a prisão de 593 criminosos.

Do G1 Caruaru com TV Asa Branca.